Hospital São Peregrino Lazziozi
home
Telefone
(54) 3441-3700
Banner

Emergências

Emergências

Emergências


O principal objetivo de um hospital é o de salvar vidas, minimizado os danos e a dor. Pensando nisso, o HCSPL mantém portas abertas nas 24 horas do dia, 7 dias por semana, prestando um atendimento rápido e eficiente nas situações de emergência através do Pronto Socorro.


Para isso, conta com um serviço multidisciplinar, com médico plantonista, equipe de enfermagem e de serviços de laboratório e diagnóstico por imagem.


A estrutura física é composta por 2 salas de observação, totalizando 9 leitos, sala de gesso, sala de banho, sala sutura, sala ginecológica, sala de acolhimento e triagem classificatória, consultório médico, posto de enfermagem e sala de emergência com 3 leitos, equipada com recursos de alta complexidade tecnológica para garantir assistência nas situações de risco à vida.

Como funciona

Como funciona

ATRAVÉS DO ACOLHIMENTO E TRIAGEM CLASSIFICATÓRIA DE RISCO!

É priorizada a gravidade e não a ordem de chegada

O Pronto Socorro do HCSPL adota o Protocolo de Acolhimento e Classificação de Risco, seguindo critérios do Ministério da Saúde, conforme sua Portaria 2048 de 05 de novembro de 2002.

De acordo com esta Portaria, este processo tem por objetivo avaliar o grau de urgência das queixas dos pacientes, colocando-os em ordem de prioridade para o atendimento” (Brasil, 2002).

Mais que uma previsão legal, a classificação de risco é entendida como uma necessidade para melhor organizar o fluxo de pacientes que procuram as portas de entrada de urgência/emergência, garantindo um atendimento resolutivo e humanizados àqueles em situações de sofrimento agudo ou crônico agudizado de qualquer natureza.

Essa classificação é um processo dinâmico de identificação dos pacientes que necessitam de atendimento hospitalar, de acordo com o potencial de risco, agravos à saúde ou grau de sofrimento. A triagem é feita pela enfermeira, que após avaliação do paciente, identifica-o com um adesivo com a cor correspondente à sua classificação.

Com este sistema de triagem, nenhum paciente será dispensado sem ser atendido, ou seja, sem ser acolhido, classificado conforme protocolo e encaminhado ao atendimento médico.

CLASSIFICAÇÃO – PRIORIDADE – TEMPO PASSÍVEL DE ESPERA

EMERGÊNCIA - PRIORIDADE ZERO - CASOS PARA ATENDIMENTO IMEDIATO - SITUAÇÕES DE MORTE IMINENTE

• Parada cardiorrespiratória;
• Sinais de Infarto Agudo do Miocárdio;
• Traumas graves (fratura exposta, TCE grave, atropelamentos);
• Hemorragia ativa e intensa;
• Queimaduras extensas e profundas;
• Inconsciência;
• Insuficiência respiratória grave;
• Sinais vitais ausentes ou instáveis;
• Acidente Vascular Cerebral;
• Crise convulsiva aguda.

URGÊNCIA - PRIORIDADE I – CASOS PARA ATENDIMENTO EM ATÉ 30 MINUTOS - SITUAÇÕES COM ELEVADO RISCO DE MORTE

• Trauma moderado (fraturas, luxações);
• TCE sem perda de consciência;
• Gestantes sintomáticas;
• Alteração aguda do estado mental;
• Insuficiência respiratória com início recente;
• Dor de cabeça associada com alteração do estado mental;
• Febre igual ou maior que 38,5º C sintomática.

PRIORIDADE II - CASOS NÃO URGENTES - ATENDIMENTO EM ATÉ 120 MINUTOS

Casos com queixas recentes/agudas, que não apresentam alterações significantes de sinais vitais e sem risco de agravo à saúde.

• Pequenas lesões;
• Traumas leves (entorses e contusões leves);
• Dor de cabeça / vertigem sem alteração de sinais;
• Dor no peito sem história de problemas cardíacos e sem sintomas, dor que piora na inspiração profunda, na tosse e no movimento.

PRIORIDADE III – CONSULTA DE BAIXA COMPLEXIDADE – ATENDIMENTO EM ATÉ 240 MINUTOS

Queixas crônicas sem alterações agudas.
Estes casos poderão ser encaminhados ao Posto de Saúde do município de origem do paciente, através do encaminhamento responsável.

Existem algumas situações especiais, como os idosos, crianças, deficientes físicos e mentais, gestantes, algemados, escoltados ou envolvidos em ocorrência policial, vítimas de abuso sexual, pacientes estes que serão classificados como especiais dentro da sua avaliação clínica.

ORIENTAÇÕES IMPORTANTES:

• Para agilizar o atendimento compareça com documento de identificação com foto.
• Além do documento, é importante ter consigo o cartão SUS/plano de saúde.
• Acompanhante só é permitido para crianças, idosos e portadores de necessidades especiais. Além desses casos, quando necessário e solicitado pelo médico ou equipe de enfermagem.
• Visitas não são permitidas.
• O serviço de Pronto Socorro NÃO fornece atestado médico, somente um documento que comprova o atendimento.

FIQUE ATENTO

Nossa Unidade de Pronto Socorro está preparada para atender casos de urgência e emergência, portanto:
• não troca receita;
• não realiza check-ups;
• não realiza testes de gravidez
• não fornece atestados médicos;
• não busca paciente para consulta;
• não antecipa consulta ambulatorial;
• não realiza exame pré-admissional para o trabalho;
• não fornece encaminhamento para especialidades;
• não troca pedido de exame (RX, Ultra-sonografia, Tomografia etc);
• não troca sondas, não retira pontos, não troca curativos via SUS em dias de semana.

Especialidades

Além do plantão 24 horas realizado por um profissional graduado em Clinica Geral, o HCSPL, possui escala de sobreaviso para as principais especialidades, sejam elas: traumatologia/ ortopedia, ginecologia/ obstetrícia, anestesiologia, pediatria e cirurgia geral.

Equipe

Equipe

O principal diferencial deste departamento, é a equipe multiprofissional capacitada, qualificada, humana, segura, e, principalmente experiente no atendimento a situações de Urgência/Emergência.

Dispondo de todos os recursos de alta complexidade tecnológica em tempo integral, 24 horas/dia, 7 dias/semana tanto na área diagnóstica como terapêutica, garantindo assim, que vidas sejam salvas.

Orientações para atendimentos no Pronto Socorro

- Paciente em observação no Pronto Socorro não é permitido visita.
- Paciente em leito de emergência os familiares devem aguardar a vinda do médico ou da equipe assistencial para trazer informações.
- Lembre a prioridade é o atendimento do paciente, após os familiares receberão todas as informações e orientações.
- A entrada de acompanhantes, para os pacientes em leito de observação é para pacientes com mais de 60 anos, crianças até 16 anos, ou pacientes portadores de necessidades especiais.

Serviço de Curativos e aplicação de medicações

Nos finais de semana e feriados são realizados trocas de curativos. Os atendimentos devem acontecer a partir das 08h até 10h ou das 14h até 15h, onde a equipe de enfermagem chamará por ordem de chegada para melhor organização do setor e atender todas as necessidades da população.

Acompanhante para Pronto Socorro

Será liberado a permanência de um acompanhante de acordo com o estado clínico do paciente e conforme orientação assistencial.

Pin
Rua Saul Irineu Farina, 160
Veranópolis - RS - Brasil
Telefone
(54) 3441-3700